Reajuste de honorários sem culpa

home / blog / Financeiro / Reajuste de honorários sem culpa

Reajuste de honorários em culpa
É impressionante como o tema reajuste de valores a serem cobrados ainda é um tabu. Mesmo na classe contábil onde a natureza do faturamento é sobre um contrato de prestação de serviços por tempo indeterminado.

O fato é que todas as empresas contábeis vão reajustar os valores dos serviços prestados a todos os clientes, pelo menos uma vez por ano, pois está previsto em contrato, e tratar isso com qualquer melindre é pura bobagem.

Algumas empresas resolvem ter uma data única para reajustar todos os seus contratos com base no índice estipulado. Assumindo assim uma mecânica de reajuste que por um lado facilita, pois o trabalho do reajuste é feito uma vez por ano.

Porém, a cada novo cliente uma escolha deve ser feita, a de que no contrato haverá uma clausula informando a data de reajuste e que independente da data de início de contrato, ele será executado mesmo que proporcionalmente, ou a escolha de esperar que aquele contrato tenha mais que um ano e aí sim quando chegar a data o reajuste ser efetuado.

O melhor método mesmo é o de reajuste por aniversário de contrato, o que significa que a empresa precisa ter uma boa gestão, pois todos os meses uma parcela dos clientes serão reajustados e com valores diferentes, pois existe uma alteração no índice escolhido mês a mês.

Esse método permite uma dedicação melhor aos contratos a serem reajustados, não apenas pelo índice estipulado, mas na maioria dos casos é no aniversário do contrato do cliente onde são reavaliados os honorários que dependem da quantidade de funcionários do cliente. Salvo grandes alterações repentinas, bem como questionamentos fiscais de saídas e de entradas.

Agora imagine uma empresa contábil com 100 clientes que resolve reajustar tudo em uma única data, além de reajustar com base no índice, aquele mês irá gerar um trabalho de estudar todos os clientes de uma única vez para renegociar os honorários.

Se a empresa escolhe reajustar com base no aniversário do contrato, ela dilui essa enorme tarefa pelos 12 meses do ano.

Ter um sistema integrado com o financeiro da empresa para fazer esses reajustes, transforma essa tarefa em algo muito menos pessoal tanto para empresa contábil quanto para o cliente.

Sendo uma comunicação sistematizada, ela possui todos os parâmetros de informação necessária para que o cliente seja notificado do reajuste e que cada valor é feito com base no contrato.

Não existe melindre, pois o fator humano não está presente neste caso.


Todos sabemos que um contato próximo com o cliente é fundamental, também tratamos disso nos textos anteriores sobre cobrança, porém esse não é o caso que demande essa proximidade, pois ela é toda baseada em contrato.

O cliente já espera por isso, ele espera por isso em relação ao colégio dos filhos, ele espera por isso na conta do provedor de internet, no plano de saúde, ou seja, toda a empresa que tem um contrato de prestação de serviço com o seu cliente e com a sua empresa não deve ser diferente.

Um sistema de reajuste informatizado tira essa proximidade indesejada e passa uma credibilidade maior para o cliente.

Por isso faça seus reajustes da maneira que for mais conveniente para sua empresa, mas faça isso sem culpa.


Conheça o Neo Fatura o sistema financeiro exclusivo para empresas contábeis, que vai cuidar do seu faturamento, honorários, emissão de faturas e boletos.

Se você ficou interessado no Neo Fatura, solicite uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:









Compartilhe:

icone de compartilhamento no facebook icone de compartilhamento no twitter icone de compartilhamento no linkedin


Reajuste de honorários em culpa

Reajuste de honorários sem culpa

O fato é que todas as empresas contábeis vão reajustar os valores dos serviços prestados a todos os clientes, pelo menos uma vez por ano, pois está previsto em contrato, e tratar isso com qualquer melindre é pura bobagem.